O que é impressão Fine Art?

16 de janeiro de 2018

A impressão Fine Art vem sendo usada por milhares de Artistas, Decoradores e Fotógrafos em todo o mundo, devido às suas três principais características essenciais: Longevidade, Conservação e Preservação. Tal essência se traduz na conservação da obra em níveis museológicos, superando a marca de 100 anos em estabilidade de cores e de materiais, dado é claro a boa manutenção do ambiente em que a obra se encontra. 

Três são os elementos que caracterizam uma impressão Fine Art: O Substrato (papel ou canvas certificado e normatizado), a Tinta de Pigmento Mineral, e o Processo de Impressão, composto desde o equipamento especial para este fim, ao profissional e o ambiente de produção gráfica.

Detalhe do papel - Impressão Fine Art

Papel ou Canvas

Aqui na Rocha, utilizamos papéis de fibra de algodão ou de alfa-celulose com diferentes níveis de textura, gramatura e alvura, papéis resinados, canvas (telas), todos provenientes do mais respeitado fabricante, a Hahnemühle.
Uma possibilidade que torna-se um diferencial é sem dúvida o tamanho que estas impressões podem ser reproduzidas, que vão de 20x30cm até painéis de 1,10×3,50m sem emendas, em tamanhos padronizados ou personalizados.
Destacam-se dentre todos os tipos de papéis, três nos quais trabalhamos com maior frequência:

PHOTO CANVAS 300 g/m² (Tela): É uma tela de poli-algodão com uma textura clássica de canvas e uma trama muito fina. A superfície mate e o revestimento com a tonalidade branco claro faz as cores brilhantes e provém alto contraste para impressões preto e branco.

STUDIO ENHANCED 210 g/m²: É uma opção econômica de papel artístico à base de fibras naturais 100% α-celulose Acid free. Com um acabamento mate de textura suave e branco ligeiramente amarelado, este material para impressão jato de tinta garante-lhe cores vivas e contrastadas de elevada qualidade e duração a um preço competitivo.

PHOTO PEARL 300 g/m²: É revestido com polietileno, apresenta uma superfície fina de acabamento brilhante e perolado. A camada receptora de tinta de alta qualidade permite imagens excepcionais com enorme nitidez de dos detalhes, valores máximos de preto e um grande espectro cromático.

Impressão Fine art - Papel Hahnemuhle

Tintas de Pigmento Mineral

O tipo de tinta correto para se usar em uma impressão Fine Art, é a tinta pigmentada. Diferente da tinta corante, as tintas pigmentadas não penetram no papel, elas “grudam” sobre a superfície. Sendo assim, cada gotícula de tinta que tocar o papel vai se manter no local exato em que foi despejado. Além disso, as tintas pigmentadas são mais estáveis quimicamente e muito mais resistentes à luz e à água, o que é excelente para a conservação correta das obras de arte, por isso duram anos, até séculos, embora sejam muito mais caros e exijam maior cuidado na utilização do que os corantes. Tintas usadas em “impressoras fine art” obedecem a rigorosos controles de consistência, tonalidade e durabilidade, o que faz com que um lote de tinta seja sempre muito próximo a outro.

Um outro fato interessante sobre as tintas de pigmento mineral é que algumas delas são resistentes à ação do UV e não descolorem, isso é importante caso o artista queira expor suas obras ao ar livre.

Tintas - Impressão Fine Art

Impressora Especial

A impressão jato de tinta – aquela mesma, da impressora do seu escritório – evoluiu bastante, a ponto de se tornar um processo com alta qualidade e durabilidade; não é toda impressora jato de tinta que faz isso, apenas modelos projetados para a tarefa, e alimentados com tintas específicas e papéis nobres como falamos antes. Mas o resultado impressiona. Alguns chamam esse nobre sistema de jato de tinta de “impressão fine art” por si só, enquanto outros usa o termo “giclée” (que significa “spray” em francês; seria um equivalente ao termo “inkjet”) para distinguir o processo digital das impressões fine art analógicas.

Impressora - Impressão Fine Art

E no que essas máquinas têm de tão diferentes da multifuncional do seu escritório?

Embora haja impressoras fine art em formato A4 convencional, a maioria imprime em formatos grandes mesmo; as maiores chegam a mais de um metro de boca e imprimem em rolos de papel, o que possibilitaria imensas panorâmicas sem emendas nenhuma. Mesmo imprimindo em superfícies maiores, a capacidade de reproduzir detalhe permanece inalterada, o que torna o processo muito vantajoso na criação de grandes impressões.

A reprodução de cores é um capítulo à parte: enquanto nossas impressoras usam apenas 4 cores (ciano, magenta, amarelo e preto), estas impressoras utilizam uma variedade muito maior, aqui na Rocha utilizamos a Canon PRO-4000 que usa 12 tipos diferentes de tinta, incluindo dois tipos de preto e uma espécie de verniz. Você não leu errado, são 12 variedades de cores, o que torna a fidelização de reprodução impecável, obtendo cores impossíveis de serem atingidas em uma impressora digital convencional.

E aí, aprendeu um pouco sobre o que é Impressão Fine art? Quer imprimir sua obra utilizando esta técnica? Fale com nossos consultores através da nossa página de orçamentos. Ou clique aqui e obtenha um desconto especial para sua primeira impressão em Fine Art.

Compartilhar:  Compartilhar no Facebook  Compartilhar no Twitter  Compartilhar no Linked-in

Deixe seu comentário

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da Gráfica Rocha.

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.

Gráfica Rocha - Todos os direitos reservados

Site por Codde